E vamos para um longo descanso de campeonato

E vamos para um longo descanso de campeonato
Vote neste Artigo

Como já é costume de épocas anteriores, o mês de Outubro significa paragem longa no campeonato para dar lugar à Seleção e à Taça de Portugal. O campeonato só volta no fim-de-semana de 25 e 26 de Outubro mas nem por isso as emoções vão arrefecer, até porque existe grande ansiedade para ver como vai responder a Seleção a tão pobres performances que tem efetuado (Mundial do Brasil e o jogo com a Albânia) e na Taça de Portugal o sorteio ditou um sempre escaldante Porto-Sporting.

Antes do campeonato “encerrar para balanço” o Benfica teve dificuldades em chegar ao golo mas assim que marcou o primeiro partiu para um resultado dilatado. Nesta jornada bastaram “15 minutos à Benfica” para ganhar por 4-0 ao Arouca mas a primeira parte viu um Benfica fraco, um Benfica ferido física e psicologicamente de um jogo europeu onde tudo correu mal, e um Arouca atrevido e com mérito na forma como entrou no jogo. Artur passou de vilão a herói com intervenções que garantiram o 0-0 ao intervalo. Viu-se claramente que Lima e Gaitán não estavam em forma e que lutavam para se manterem em campo. Revelaram espírito de sacrifício mas quando o físico não responde não vale a pena insistir e isso só prejudica a equipa e o Benfica foi melhorando ao longo do jogo quando entraram na partida Jonas (boa estreia com um golo) e Ola John (duas assistências para golo). Talisca continua a ser “talismã” e já é o melhor marcador do campeonato.

Ao contrário do Benfica, o Sporting jogou bem quase todo o jogo mas teve dificuldades para chegar ao golo. Assim que o conseguiu partiu também para um resultado dilatado perante um Penafiel que só no início da partida conseguiu assustar de forma ténue a equipa do Sporting. De realçar a subida de forma de Slimani, o potencial que João Mário pode trazer à equipa e parece ser este o ano da afirmação de Carrillo. Para a melhoria destes jogadores em particular e da equipa do Sporting em geral muito continua a contribuir Nani e o campeonato português só ganha com jogadores assim.

O grande jogo desta jornada aconteceu no dragão com o Porto a vencer o Braga por 2-1. Na primeira meia hora o Porto pareceu não estar presente no jogo. Chegou primeiro ao golo mas pouco depois sofreu o empate e a partir daí o Porto percebeu que tinha que entrar no jogo e acabou por conseguir uma boa exibição com um Braga a responder sempre durante todo o jogo. A entrada de Quintero mexeu e foi decisivo na vitória. Se o jogo tivesse dado empate não seria de estranhar, houve oportunidades suficientes para ambos as equipas. Notou-se também cansaço na equipa do Porto até porque uma viagem à Ucrânia é sempre longa e desgastante e o jogo lá não foi fácil. Nota-se ainda que a equipa erra um pouco na defesa e perde a bola de forma um pouco infantil mas não é nada que não passe com muito treino.

E por agora é tudo. Com a paragem no campeonato outros temas irão aparecer para falar e todas as atenções viram-se agora para a Seleção. Até para a semana. 

Autor: Ricardo Santos

Profissional da área de Marketing comprometido, dinâmico, lutador e apaixonado pelos projetos em que se insere de modo a obter grandes resultados. Gosto de trabalhar em equipa e de dinamizar pessoas. Possuo 12 anos de experiência em funções como product management e estratégia de marketing e vendas com background forte em eletrónica de consumo, tecnologia, serviços e FMCG. Neste último ano tirei uma pós- graduação em marketing digital, fiz um curso de career management e o CCP de formador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *